• religar

SEDE PERFEITOS

Atualizado: Mar 7


PERGUNTA: - Qual é a relação científica entre as leis do Cosmo e o conceito de Jesus, quando assim diz: "Sede, pois, vós outros, perfeitos, como perfeito é o vosso Pai celestial". (Mateus, 5:48). RAMATÍS: - Sob tal conceito, Jesus convoca o homem terrícola para desenvolver e adquirir, conscientemente, as qualidades que são permanentes em Deus. Sem dúvida, para o homem ser perfeito, ele precisa conhecer e aceitar as Leis do Universo, as quais dirigem e disciplinam todas as coisas e todos os seres em aperfeiçoamento. O espírito encarnado na matéria, para alcançar a perfeição, precisa ajustar-se espontaneamente aos princípios universais, os quais derivam da Lei Única e do comando criador de Deus. Doutro modo, o ser humano e as coisas da vida continuariam fora de ritmo evolutivo ou ascensional, pois, isolados da Fonte Criadora Divina, perderiam o rumo como navio sem bússola perdendo precioso tempo em prejudicial deriva. Sob o amparo e a compreensão dessas leis evolutivas, o homem alcança mais breve o curso definitivo e prazenteiro da Vida Eterna. Assim como um corpo sadio deve funcionar absolutamente integrado às leis de fisiologia e anatomia, o espírito perfeito reflete em si o ritmo harmonioso das leis que equilibram o próprio Cosmo. Há, portanto, uma perfeita relação entre as leis do Cosmo e o conceito evangélico de"sede perfeitos"e, conseqüentemente, todos os filhos de Deus também hão de procurar ser perfeitos, quando ajustarem-se integralmente aos princípios menores que se derivam da Lei Maior. A concepção moral de perfeição é uma decorrência natural da dinâmica aperfeiçoadora da Lei Divina, ou seja, da parte ao Todo.

PERGUNTA: - Qual é a concepção de perfectibilidade do homem, que se subordina ao ritmo apeifeiçoador da Lei Única e regente do Cosmo?

RAMATÍS: - É evidente que tendes de vos basear nos conceitos relativos e conhecidos do vosso mundo físico para, então, deduzirdes, comparativamente, na concepção melhor possível do Absoluto. Se o animal é uma fase e composição primária, que esquematiza e plasma a futura configuração humana, o homem, por sua vez, é uma fase primária da concepção do "super-homem" ou do futuro anjo. No vosso entendimento, o anjo ou super-homem deve ser uma criatura emancipada das ilusões, paixões, dos caprichos e desejos que ainda o prenderiam à matéria. Há de ter uma consciência na plena posse de todas as experiências efetuadas nos mundos educativos do universo físico, completamente livre de quaisquer problemas e desejos, que possam imantá-la à periferia dos orbes planetários. Nada deve atraí-Ia em direção ao campo gravitacional imantador físico, pois deve estar desligada dos acontecimentos e fenômenos da vida humana, como se eles jamais existissem.

Em caso contrário, apesar de já situar-se nos ambientes paradisíacos, não usufrui da ventura a que fez jus, uma vez que ainda o convocam da Terra desejos, prazeres e paixões de ordem física. 1 O anjo ou super-homem é a entidade que, em face de sua libertação absoluta de todos os campos e planos da vida terrícola, então se move em pleno direito ao trânsito incondicional do Cosmo, sem sofrer qualquer atração do mundo exterior da matéria. 1 - Cabe, aqui, a reprodução do seguinte trecho do capítulo "Treino para a Morte", da obra "Cartas e Crônicas", pelo espírito de Irmão X, através da mediunidade de Chico Xavier, que assim descreve: "Preliminarmente, admito deva referir-me aos nossos maus hábitos. A cristalização deles, aqui, é uma praga tiranizante. Comece a renovação de seus costumes pelo prato de cada dia. Diminua gradativamente a volúpia de comer carne dos animais. O cemitério na barriga é um tormento, depois da grande transição. O lombo de porco ou o bife de vitela, temperados com sal e pimenta, não nos situam muito longe dos nossos antepassados, os tamoios e os caiapós, que se devoravam uns aos outros. Os excitantes largamente ingeridos constituem outra perigosa obsessão. Tenho visto muitas almas de origem aparentemente primorosa, dispostas a trocar o próprio Céu pelo uísque aristocrático, ou pela nossa cachaça brasileira. Tanto quanto lhe seja possível, evite os abusos do fumo".

As leis menores, conseqüentemente, derivadas da Lei Maior do Universo, vibram no mesmo diapasão do macrocosmo, embora ajustadas perfeitamente ao ritmo da vida microcósmica, a fim de conduzir os seres e as coisas ao aperfeiçoamento esquematizado pelo Criador. Mas é evidente que nas almas sadias e sensatas, ajustadas ao ritmo harmonioso e corretivo do esquema divino de perfeição, a Lei não atua de modo compulsório e imperativo, mas apenas de modo inspirativo. Sem dúvida, seria inconseqüência a Lei produzir modificações e acelerar o que já se enquadrou no ritmo qualificativo do processo de aperfeiçoamento. Mas tal qual acontece com a ação das leis do Cosmo, no campo físico, quando o desvio de um simples asteróide implica num reajustamento semelhante noutra latitude astronômica, uma disritmia moral do homem também suscita um desvio que requer imediato ajuste no mesmo sentido, a fim de não ocorrer qualquer disparidade na função normal da Lei Moral do Universo. A massa de água oceânica, que avança periodicamente devorando certas praias do Atlântico, equilibra-se harmonicamente com a massa liquida que recua e aumenta a superfície das praias antípodas do oceano Pacífico. Há perfeita correlação das leis cósmicas, com os princípios físicos e morais que regem os fenômenos e acontecimentos de aperfeiçoamento do homem.

O Evangelho à Luz do Cosmo

Ramatís /Hercílio Maes

Ganhe 15% de desconto na compra deste livro, usando o cupom:

1910-30HE-6LE7-HOCC

(o desconto só irá aparecer no fechamento do pedido, onde existe o campo para inserir o código de desconto acima).

2 visualizações